Posts Tagged 'Tv educativa'

Falar de cinema é com a gente mesmo

imagem_phixr

Toda segunda era sempre a mesma conversa. Apaixonados por cinema, a gente sempre se reunia na redação da tv após o final de semana pra dizer os filmes que tínhamos assistido na nossa folga. Valia falar de filme assistido no cinema, filme baixado da internet e até filme da Temperatura Máxima. Dessas nossas conversas prazerosas, troca e indicações de filmes, nasceu o Cine +, um programinha que produzimos para a TV Educativa de Alagoas. São dicas, gente comum indicando filme, reportagens sobre a produção audio visual alagoana e nacioanal e muita coisa bacana distribuida ao longo da programação da TVE. 

Essa semana tivemos o lançamento oficial da nova programação da TVE, canal 3  e tem muita coisa boa vindo por ai pra quem gosta de assistir um conteúdo diferenciado na tv. Pra saber mais sobre a programação da TVE adiciona a gente no twiiter.  E sobre o Cine + , a Agência Alagoas fez uma matéria bacana com a gente com direito a foto minha e tudo. hehe. A matéria você lê aqui!

C.

Anúncios

O drama da anorexia e da bulimia

Como jornalistas, a gente gostaria sempre de dar boas notícias e de falar só de coisa boa, mas nem sempre isso é possível. Às vezes é preciso falar de coisa séria e fazer o telespectadort  refletir e/ ou se  se identificar. Lembro de uma pedagoga que entrevistei que sofria de transtorno obcessivo compulsivo há anos e só descobriu que suas “manias” se tratavam de uma doença ao assistir uma matéria sobre o assunto num telejornal.

E ai está a nossa responsabilidade como profissionais de comunicação, por isso vira e mexe a gente trata de assuntos delicados como esse vt que fizemos sobre anorexia e bulimia. Estou colocando as matérias que produzi para a TV Educativa de Alagoas aos poucos no youtube e escolhi essa como a primeira, pelo dilema que principalmente nós mulheres vivenciamos  na pressão de termos um corpo à la Gisele Bünchen. É essa ditadura da beleza que leva muitas mulheres a desenvolverem doenças tão sérias como os distúrbios alimentares.

Matéria produzida por mim e executada pelo repórter Fabrício Camboim:

C.

Tirando a poeira…

Correria a vida se tornou ultimamente sim, mas nada que me impedisse de passar por aqui pra tirar a poeira da estante. Mas o twitter terminou roubando esse lugar e a preguiça também. Mas tentarei (mais uma vez) voltar a a atualizar com mais frequência.

Para começar tô passando popr aqui hoje para indicar o blog recém-criado do Página Aberta, programa que eu produzo ( e com muito orgulho) pra TV Educativa de Alagoas que faz parte da TV Brasil. Por causa de problemas com o sinal, muita gente não consegue assistir aos programas e agora a gente quer fazer um diário de produção e disponibilizar os vídeos das matérias lá no blog.  Vale dar uma passada por lá, no meu vizinho de wordpress.

Fica a dica!

C.

Maceió Diante do Trono

 

Semana passada o Diante do Trono esteve aqui em Maceió. Ao longo desses dez anos o grupo já havia ministrado em 26 estados brasileiros e em outras nações mas nunca havia vindo aqui antes. Dia 08 de novembro mais de 20 mil pessoas se reuniram no Metrópole Hall para o evento. Maior público que a casa de shows já teve.

Sabendo da vinda deles pra cá logo entrei em contato com a assessoria de imprensa e depois de alguns percalços conseguimos que Ana Paula Valadão e Elias (violonista do grupo e fiel escudeiro de Ana Paula) concedessem uma entrevista na TV Educativa de Alagoas onde trabalho. Quando sugeri o nome dela aos produtores e expliquei que a mocinha de rosto doce era uma das lideranças cristãs mais fortes do país, os produtores concordaram que valia a pena sim entrevistá-la. Isso realmente me impressionou, pois a TV Educativa, tv pública e oficial do Estado de Alagoas sempre tratou os cristãos com muito descaso. O Estado é laico, sabemos, e por isso na teoria sua tv também deve ser. Só que na verdade as religiões afro, por exemplo, rotuladas como  herança cultural brasileira reinam absolutas  em programas e documentários na nossa tv. Intocáveis e respeitadas ali dentro. E por que não há o mesmo respeito com o cristianismo?A tv pública é sustentada com recursos de espíritas, católicos e evangélicos também.  Por isso o fato de Ana Paula entrar pelas portas daquela televisão sendo realmente bem vinda me impressionou. Para a expansão do seu reino, Deus fará coisas que nossos olhos duvidarão. E devemos ser em nossas áreas de atuação profissional, parceiros dEle.

moto_0165 

Expliquei a Ana Paula quem era o nosso público que mesmo sendo pouco é formado por formadores de opinião: professores, jornalistas, intelectuais e o quanto a presença de um cristão ali propagando o evangelho era representativa. Mesmo porque nesse mesmo dia exibimos uma matéria minha e do repórter Fabrício Camboim sobre a nova rota de fé dos nordestinos que agora em grupos muito grandes se deslocam à cidade de Mata Grande, no interior do Estado, em busca de um encontro com Padre Cizino, mais conhecido como Padre Cizo que se intitula o novo Padre Cícero (Falarei dessa figura em breve). Como nos dói ver milhares de romeiros depositando a sua fé em verdadeiros mercenários.E assim em 12 minutos ao lado de Miguel Torres, Ana Paula deu o seu recado e soube aproveitar bem cada oportunidade.

 

Desconto para as fotos tiradas no celular....

Desconto para as fotos tiradas no celular....

No sábado tivemos uma noite poderosa permeada por canções que falavam sobre justiça e o amor de Deus e seu interesse pela nossa terra. A palavra trazida por Ana Paula é a mesma dada a Deus por Moisés ao dizer que o clamor do seu povo, escravo há mais de 400 anos no Egito, estava chegando aos seus ouvidos. Numa escravidão parecida vivemos aqui. Reféns de uma desigualdade social gritante, o povo geme. Foi muito bonito ver os alagoanos cantando “Por amor de ti, Maceió, não me calarei, nem me aquietarei”. E debaixo dessa palavra de Isaias 62 que diz que o Senhor mudará o nome da nossa terra de desolada para procurada e desejada voltamos pra casa amando mais o lugar onde o Senhor nos plantou.

 Videozinhos do dia:

No Página Aberta dessa semana

Às vezes falo de televisão aqui e esqueço de dar o serviço do programa que produzo na TV Educativa. Bom, a proposta do Página Aberta é fazer um jornalismo diferenciado, com matérias maiores e que mostram os problemas, as belezas, e cultura do povo alagoano.

 

Essa semana vão ao ar duas matérias que produzi. Na primeira delas a gente mostra que Alagoas tem uma cena muito forte e representativa de bandas de reggae que tem conseguido furar o bloqueio entre periferia e centro. O som mais ouvido nas favelas da cidade tem conseguido alcançar a classe média maceioense. Bandas como a Adamahutz, Vibrações, Mandalas, Mensageiros de Jah estão na matéria que tem muita música e imagens lindas feitas com as bandas na Praia da Barra Nova. A gente trata também da relação do reggae com  a cultura rastafari, com a própria maconha e como essas bandas têm misturado o reggae com outros ritmos brasileiros. Matéria feita pela repórter Hannah Copertino.

 

Outra matéria que iremos exibir é sobre o crescimento do mercado diferenciado para cães. Escovas de chocolate e chapinha para cachorros, além de banheira de ofurô e hospitais especializados. Matéria feita pelo Luis Alberto Fonseca, vulgo Beto! Kk

 

Anotem ai os horários do Página Aberta:

Hoje ( e todas as segundas)- 19h00

 

Com reprises:

Quarta- 10h00

Sexta- 20h00

Domingo- 14h30

 

Canal 3 na tv aberta e 33 na Big TV. Ahh, temos um transmissor novo por aqui, por isso se normalmente a tv não pega na sua casa, tenta ver agora que o sinal deu uma melhorada em quase toda a cidade.

 

C.

No Página aberta dessa semana

Essa semana no programa de reportagens que eu produzo na TVE, o Página Aberta, apresentaremos duas matérias que valem a pena serem vistas. A primeira delas é sobre a Cidade de Lona, que fica ali próximo ao Aeroporto. As famílias estão ali há quase uma década sobrevivendo em condições degradantes. Governo após governo, e ninguém atenta para a situação das famílias. Estamos contando a história de algumas delas.

 

Outra matéria é sobre a literatura de cordel em Alagoas. Sempre fui encantada pelos livretos de cordel e queria fazer uma matéria contando um pouco sobre a história do cordel em Alagoas, com o perfil de alguns escritores e mostrando como anda a produção do cordel em Alagoas.

 

O Página Aberta vai ao ar na TV Educativa, canal 3 e na BIG TV, é o 33.

 

Segunda-feira, às 19h00

Reprises: Quarta, 9h30

                Sexta, 20h00

                Domingo, 15h30

 

 

Maceió linda e reestréia do Página Aberta

imagem-052.jpg

Hoje amo mais Maceió do que amava no passado. Hoje valorizo o fato de poder estar na praia em poucos minutos. No dia primeiro desse novo ano, tava em casa de bobeira, mal acostumada com o ócio, já que agora tô o dia todo ocupada no trabalho. De tardinha, fui na praia… Como está claro na foto, tudo ainda estava com cara de reveillon, tudo se ajeitando ainda, o pessoal da prefeitura tava trabalhando pra limpar tudo e deixar tudo lindo como antes.

Caminhando pela calçadão vi tantos estrangeiros. Acho que não sobrou ninguém na Itália! Todo mundo tá aqui. Portugueses também. Sem falar o povo de São Paulo que a gente reconhece de longe. Todos cheios de deslumbre. Fiquei orgulhosa de pensar que as pessoas cruzam o oceano pra ver o que vejo todo dia. Tenho vontade de sair daqui, de alçar outros vôos, como diz a música do Djavan.. “Você (Maceió), me deu liberdade pra meu destino escolher e quando sentir saudades poder chorar por vc..”. Não sei quando saio daqui, se saio , mas uma coisa é certa, quando sair sentirei muito mais falta da minha cidade. Quero estar no centro da vontade de Deus, viver no lugar onde sua vontade absoluta seja consolidada. Tento descobrir o cep desse lugar, mas esse endereço está guardado em Seu coração, e será revelado em tempo oportuno.

Boas notícias no jornalismo alagoano! Dia 14 reestréia o programa Página Aberta na TV Educativa canal 3  e na Big Tv é o 33. A produção das minhas matérias são para esse programa que tem a proposta de fazer um jornalismo diferente, com um pouco mais de profundidade, por isso o Página Aberta traz reportagens especiais, bem diferentes da que vc assiste nos jornais locais. É jornalismo pra te fazer pensar. Jornalismo com prestação de serviço e cidadania, que afinal de contas é o compromisso da tv pública. Um das matérias mais bacanas que fiz  com o Fabrício Camboim (repórter) e Samuel Limeira (cinegrafista) que em breve vai ao ar trata da questão dos distúrbios alimentares (anorexia e bulimia) e a pressão de um sociedade escrava da ditadura da beleza. Tem depoimentos muito fortes de gente que já passou pelo problema mas que tem conseguido superar a doença. Então, tá feito o convite. No mais vcs podem continuar lendo as minhas matérias sobre bois, aftosa, plantio, agronegócio (kk) no Gazeta Rural , às sextas na Gazeta! Pois é, jornalista rala! E é só o começo!

C.


A observadora

Sou Cibele Tenório, jornalista (com diploma – para total escândalo de Gilmar Mendes), webaholic, mulher de fases. Seja bem vindo!

Eu lá no twitter

Arquivos

RSS Observatório do Cotidiano