Posts Tagged 'olímpiadas'

Sonho de peixinho

Anúncios

Galvão e a avó do Cielo

Não é de hoje que o Galvão Bueno passa dos limites nas coberturas esportivas. A vontade que a gente tem às vezes é  a de baixar o volume da tv e ficar vendo só as imagens. Na abertura das olimpíadas desse ano Galvão só faltou comentar a purpurina da roupa da bailarina. Tá certo que tudo aquilo tem um significado e que a gente assistindo em casa, sem o roteiro da festa, não entende muita coisa. Mas nem sempre é preciso entender, basta sentir. E o Galvão querendo transmitir emoção estraga tudo.

 

Nesse final de semana o César Cielo ganhou a prova dos 50 metros da natação; Galvão, com seu sensacionalismo barato, logo começou a dedicar a vitória do atleta à sua vó. “Dona Olga, sinta-se orgulhosa”, e falava isso como se conhecesse a senhora e fosse o melhor da amigo da família, sendo que ele não é. Daí pra frente o Cielo era um mero figurante. Tudo girava em torno da Dona Olga que mandava beijos para Galvão e dizia que o amava. Quem ligou a tv nessa hora ficou sem entender….

 

E quem não tem a ESPN em casa é obrigado a ter que ficar vendo e ouvindo isso.

Galvão, menos. Bem menos.

C.

Olimpíadas 2008: qual imagem será eternizada dessa vez?

Amanhã, 08/08/2008 às 8h08 (horário em Pequim), 09h08 no Brasil, estaremos ligados na frente da tv para ver o show que a China preparou para a abertura da Olimpíadas 2008. Não sei explicar bem o  que  faz a gente ser tão atraído pelo evento. Creio que isso se explica um pouco pela superação dos atletas, o sentimento de patriotismo, as  nações ali representadas e o próprio encanto de cores e luzes que envolvem toda a festa.

 

Mais do que esperar pelas competições em si, a gente espera pela festa de abertura ou pela de encerramento. Impossível não se sentir atraído a essa  espécie de circo de luxo, cheio de efeitos e movimentos, que ainda por cima conta com a presença de representantes do mundo todo. Alçados a estatura de heróis, entram os atletas, país após país, dentro do estádio. E que emoção é ver aqueles por quem torcemos, muitos deles nosso conterrâneos (Viva a Marta!), naquela algazarra boa que só o Brasil sabe fazer. Atletas com câmeras filmadoras na mão, dando mil thauzinhos, um que sobe na  corcunda do outro. Bagunça boa que gostamos de ver.

 

E são essas imagens que ficam na nossa memória. Muhamad Ali já bem afetado pelo mal de Parkinson acendendo a tocha na olimpíada de 1996 em Atlanta ou Sarah Brightman e Jose Carreras cantando “Amigos Para Siempre”  nas Olimpíadas de Barcelona em 1992.  Lembro bem quando uma amiga da minha mãe foi a Barcelona de férias, um pouco antes das olimpíadas e trouxe pra mim o Cobi de presente, mascote daquele ano. Uma espécie de cachorro ou sei lá o que, era difícil identificar, mas que me cativou facinho. Tanto que o Cobi virou um desenho que passava toda tarde na TV Cultura.

 

 

Acho que o plano desses mascotes é sempre esse: fazer a gente gastar horrores em quinquilharias que tenham o bichano e  deixar as crianças hipnotizadas  pelos jogos. Daí a gente cresce e continua bobo feito criança assistindo o evento  e desejando ter aqueles mascotes fofos como os da Olimpíadas desse ano. E pra piorar o negócio, nessas olimpíadas são cinco mascotes. Cinco!

 

 

Em 1980 meu pai ainda namorava com a minha mãe e eu ainda não fazia parte dos seus planos. Foi nesse ano que foi realizada as Olimpíadas de Moscou que foram boicotadas pelos Estados Unidos. Era o auge da Guerra Fria. Não lembramos no quadro de medalhas ou quem foi o atleta destaque dessas olimpíadas. Mas a imagem que ficou eternizada foi essa aqui, a de um urso choroso, triste pelo fim da festa em seu país. Vi isso pela primeira vez anos depois e me emocionei do mesmo jeito. heheh

 

 

 

 

 

 

Qual imagem memorável Beijim nos dará amanhã? Esperemos pra ver,

C.


A observadora

Sou Cibele Tenório, jornalista (com diploma – para total escândalo de Gilmar Mendes), webaholic, mulher de fases. Seja bem vindo!

Eu lá no twitter

  • Aprendi com @MichelleObama que nosso lema de vida deve ser : quanto mais baixo jogam com a gente, mais alto nós jogamos ❤️ 4 days ago
  • RT @modices: tomara que em 2018 a gente veja menos gordofobia disfarçada de preocupação com ~saúde~ 4 days ago

Arquivos

RSS Observatório do Cotidiano