Posts Tagged 'House'

Dr. House by Simpsons

Muito bom! A mistura de duas coisas que adoro!

Anúncios

Minhas séries preferidas

Pode se considerar sortudo aquele que tem o privilégio de ter tv a cabo hoje em casa. A maior tortura do mundo é um sábado à noite na tv aberta. Façam-me o favor! Zorra Total, A Noite é uma Criança, realmente não dá! A possibilidade de escolher outra programação, que vai além dessa imposta pelos canais abertos é realmente redentora. Às vezes me perco no volume de produções, perco o horário dos programas, mas com as séries tento estar bem atualizada. Todo fanático por séries tem sua lista particular das melhores produções. Aí vai a minha lista de recomendados.


1.   Friends: a comédia mais bem sucedida de todos os tempos acabou em 2004, mas mesmo quatro anos depois continua arrebatando corações. Despretensiosa, química perfeita entre o elenco, diálogos inteligentes fazem a gente de apaixonar por Mônica, Chandler, Joy, Phoebe, Rachel e Ross. Fanáticos pela série sempre acham um desses personagens pra se identificar, eu e meu grupo de amigos fazemos isso! Já assisti as dez temporadas e não canso de ver de novo. Passa na Warner.



2.      House: Se engana quem pensa que House é mais uma daquelas séries médicas estilo E.R (Plantão Médico). Em House, a história do paciente é secundário. House é completamente sem noção, mas é um profissional tão bom e e é de um carisma que mesmo sendo um insano qualquer fã da série é apaixonado por ele. Um humor sarcástico, por vezes negro, uma liberdade de ser e de falar que por vezes o invejamos. House não tem limite e sem falar que faz piadas Ó-TI-MASe e é charmosíssimo. Passa na Universal.



3.      The Office: O escritório de uma empresa que vende papel. Esse é o cenário de The Office. Tinha tudo pra ser entediante, mas é genial. A idéia é de que a série é um documentário sobre os funcionários da empresa, por diversas vezes durante o episódio os personagens chegam a dar depoimentos. Steve Carel é Micahel o diretor da empresa, um chefe sem um pingo de simancol, daqueles que a gente que trabalha conhece bem heheh. Ele é o ator de Virgem de 40 anos e Todo Poderoso 2, é pouco conhecido no Brasil. É um humor diferente, mais sutil, mas é incrível também. A série Os Aspones que passou na Globo foi inspirada em The Office. Passa no FX.

Outras opções incríveis de séries:

 

 


As antigas: Mad about You (Warner), Seinfield (Sony), Gilmore Gilrs (Warner)


No ar com temporadas novas: Justiça Sem Limites (Fox), Two and a Half Man (Waner), The Big Bang Theory (Waner), How I meet Your Mother (Fox Life), 30 Rock (Sony), Everybody Hates Chris (Sony)Depois vou fazer uma listinha dos programas que considero  bacanas da tv aberta!
C.

 

 

 

De médico e louco, House tem um pouco

house_md___black_and_white_by_melwasul.jpg

Quem é colérico como eu gosta muito de gente. De bagunça, do povo reunido, de barulho, de colocar a cara na rua, de falar pelos cotovelos, ouvir histórias (não muito longas, sejam práticos!), enfim, não tem tempo ruim. Ligou, chamou pra sair, pra ver filme, pra conversar bobagem, sabe que vai ouvir uma resposta afirmativa sempre. Mas eu troco isso tudo facinho por uma noite em casa sozinha, comendo brigadeiro e assistindo o mais inteligente dos seriados já feitos: House!

Gregório Holmes White House, conhecido no Brasil como Dr. House é um médico tão bom que prevê as doenças antes de acontecerem e tortura os pacientes como se estivesse dizendo: “Essa é a doença mais esquisita que você pode ter?”. House pode até parecer mais uma daquelas séries médicas chatas. Mas basta 10 minutos assistindo pra você perceber que tá longe disso.. Porque em House a busca pelo diagnóstico da doença é secundário. Hilário mesmo são os diálogos inteligentes e o humor sarcástico de House, que chega até ser cruel. Apesar do House ser um porre, é um porre pra lá de charmoso e daí com empatia ele vai conquistando o povo na série e telespectadores mundo a fora.  Fico rindo sozinha em casa. Sem falar que House é quase um cursinho de Medicina. Punção Lombar, Lupus, Vicotim.. a gente vai aprendendo um monte de coisa, tendo sempre em mente de que se você quiser ser um médico ético um dia, você tem que fazer exatamente o oposto do que o House faz.

Em 2007 e 2008 o Globo de Ouro pra melhor ator dramático  foi para o Hugh Laurie e enquanto House tiver no ar, as chances dele continuar levando os prêmios são grandes, porque temporada após temporada a série se supera. E pensar que eu lembro dele fazendo o pai do Stuart Little no cinema…

House passa no Universal Channel e na Record lá pela 0h00 de quinta-feira. Mas se você não quiser esperar uma semana pra ver e ouvir o House ter mais uma sacada genial, compra a temporada. Vale cada centavo!


A observadora

Sou Cibele Tenório, jornalista (com diploma – para total escândalo de Gilmar Mendes), webaholic, mulher de fases. Seja bem vindo!

Eu lá no twitter

Arquivos

RSS Observatório do Cotidiano