Posts Tagged 'amy winehouse'

Campanha “Amy longe das drogas. Amy longe do Blake”

amy-winehouse-blake-fielder-400a081707

Blake, marido de Amy Winehouse (e o principal motivo de toda loucura dela) saiu da prisão ontem  depois de quase um ano. Ele estava preso por agressão a um dono de um bar em Londres. Mas logo agora que ela tava melhorzinha?

C.

Senhorita Winehouse já foi bonitona

Dia desses teimava com um amigo de que Amy Winehouse (antes do maridão Blake e de todas os cachimbos de crack) era uma moça bonita. E aqui está a prova. Esse vídeo tem sete anos. O assustador é que ao mesmo tempo em que a música dela melhorou, ficou mais rebuscada, a vida virou isso ai que  a gente lê todos os dias. A revista Rolling Stone fez uma entrevista com ela que mostra o estado mental  atual da Winehouse. Uma degradação que gera compaixão no coração mais duro.Você lê a matéria aqui. E o vídeo ai embaixo pra vc ver, acreditar e ficar longe de droga e homens como o Blake pra sempre:

C.

 

 

 

Rhythm and Blues Tupiniquim

Sou uma grande fã de soul e de rhythm and blues, o famoso R&B. É o estilo de música que mais me toca, o que mais escuto, o que mais pesquiso. O estilo tem origem nos EUA e nasce nas igrejas negras americanas onde o louvor só fazia sentido se viesse impregnado de emoção, viesse da alma (soul) literalmente. Toda a cultura musical americana bebe nessa fonte. Beyoncé, Rihana e Cris Brown são considerados artistas de R&B, embora o façam com mistura de hip hop e outros elementos. Ultimamente quem tem feito um som que mistura R&B com jazz é a senhoria Amy Winewouse, por isso minha total empolgação com sua figura e minha torcida para que ela não morra tão cedo.

 

Você pode achar que não gosta ou não conhece o gênero originalmente, mas se você já cantarolou canções como My Girl (do filme Meu primeiro amor, com o Macaulin Culkin)  ou  Ain’t no mountain high enough, (canção tema do filme Mudança de Hábito 2, aquela música que as freiras dançam enquanto os créditos sobem no final do filme) ou se ainda achou a trilha do filem Dreamgirls bacana, sim, você  já pode dizer que gosta de rythim and blues um pouquinho.

 

 Quem sabe fazer R&B/Soul como ninguém são os músicos cristãos, mesmo porque o ritmo tem origem na música gospel. Todos esses negões que cantam muito no American Idol são oriundos das igrejas cristãs americanas. Tem um cantores cristãos gringos que gosto muito como o Fred Hammond e o próprio Kirk Franklin que são expoentes do R&B, mas tenho orgulho de dizer que no Brasil  também temos excelentes cantores do gênero.

 

Agora chego a finalidade  do post (kkk). Se você é cristão e só ouve os mesmo grupos e cantores apresento-lhes esses moços aqui que fazem música da mais alta qualidade e que têm vozes que arrepiam. Vamos lá às minhas indicações

 

Luciano Claw- Voz doce… Se você gosta do Apocalipse 16 e do Pregador Luo você certamente já escutou a voz dele em algum dos backs

 

Leonardo Gonçalves- Basicamente o Leonardo é um branquelo que canta como um negão! Heheh Escuto sem parar o cd dele Viver e Cantar.

 

Saas- O Saas era do Raiz Coral e agora tá em carreira solo. Recomendo também. Não sai do meu .

 

 

Paulo César Baruck – o Paulo tem dois cd’s intitulados Eletroacústico que você tem que  ouvir.

 

Um videozinho do Leo Gonçalves, sente o naipe:

 C.

 

 

 

Amy Winehouse do jeito que tem que ser

Antes de toda droga, de internações, dela perder o dente e se meter em encrencas, ela era bonita, saudável e se apresentava assim. A voz genial de sempre:

Por um rithym and blues melhor, espero sinceramente que a moçoila se recupere pq faz tempo que não escuto nada tão bom quanto Back to black.

C.

Amy Winehouse paga mico no Rock in Rio Lisboa

 

Amy Winehouse fez seu primeiro show público de 2008 no último sábado, 31 de maio, no palco do Rock in Rio Lisboa. A cantora, uma das principais atrações da noite, decepcionou a multidão de cerca de 90 mil pessoas: além de estar rouca, Winehouse se atrasou e, para completar, ainda caiu no palco.
Wino chegou à capital de Portugal apenas meia-hora antes do horário marcado para o show (22h, no país). A apresentação começou 40 minutos depois; Wino, que cambaleou em diversos momentos, estava com a voz fraca, que lembrava de longe a intérprete dos sucessos do álbum Back to Black.


Winehouse se desculpou, em cima do palco: “Eu devia ter cancelado. Não estou cantando direito, mal consigo segurar o microfone. Mas eu queria tanto vir…”.

 

Quem escuta o cd Back to Black e vê um vídeo como esse do Rock in Rio Lisboa se pergunta onde foi parar a artista que encantou  o mundo ano passado com um cd original e uma voz que parecia a de uma negona americana de blues. Dá dó ver o estado da Winehouse. Dá dó ver o que a droga e a falta de controle podem fazer com o talento de um artista.


“Eles tentaram me levar pra reabilitação e eu disse: não, não, não”.. Esse é o refrão da música Rehab, o hit da Amy. E pensar que quando eu ouvi isso a primeira vez eu pensei que era pura piada.


Pelo bem da música, pelo bem de Amy,para que tenhamos ainda muito mais dessa artista talentosa, alguém leve essa moça pra reabilitação já, nem que seja na camisa de força. É triste demais vê-la definhar em palcos gigantescos de festivais de música, sendo notícia nas colunas de fofoca  e cada vez menos nas de música.


Pra Rehab já, Winehouse!


C.

 

Toca no meu mp3

 

 

Amy Winehouse

 

Sim, ela é drogada. Sim, ela se mete em encrenca. Sim, ela precisa muito de ajuda e sim ela é talentosa. A música da Winehouse é contemporânea, mas com cara de música antiga. É jazz e R&B bem feitos demais…

C.

 


A observadora

Sou Cibele Tenório, jornalista (com diploma – para total escândalo de Gilmar Mendes), webaholic, mulher de fases. Seja bem vindo!

Eu lá no twitter

  • Soninha Guajajara, mulher foda é liderança indigena, conduzindo os protestos contra Temer em Oslo.Coisa linda de se ver. 2 days ago
  • Nada como acordar e ver as notícias de i que Temer passou ainda mais vergonha na Noruega levando chamada da primeira ministra. 2 days ago

Arquivos

RSS Observatório do Cotidiano