Documentários que você tem que ver

Depois de Banso e Paulinho falarem em seus últimos posts sobre documentários incríveis que assistiram, farei minha listinha também de filmes que você tem que ver. Eles não passam na Tela Quente porque lá o negócio é só te distrair e te fazer ter preguiça de pensar. hehe

 

Os documentários me atraem tanto porque são uma mistura impar de  cinema e jornalismo e a possibilidade de contar histórias tão incríveis que realmente parecem ficção. Trabalho numa tv pública que juntamente com o governo federal fomenta produção do DOCTV , projeto para a realização de novos documentários com foco na regionalidade e tenho privilégio de estar a par desse processo todo que é fascinante e trabalhoso.  Recomendo que entre um filmezinho de Hollywood ou outro você pare pra assistir um documentário. Sua mente nunca mais será a mesma…Essa é a minha lista de preferidos e tenho todos bem guardados em casa ou no meu computador:

 

 

Nascidos em Bordéis: Mostra a realidade das crianças filhas de prostitutas  do bairro da Luz Vermelha em Calcutá, na Índia. Os documentaristas procuram essas crianças e munidos de câmeras fotográficas pedem para elas fazerem retratos de tudo que lhes chamam a atenção. Os resultados são emocionantes. Desses que a gente termina aos prantos.

 

 

Good Copy Bad Copy é um documentário norueguês sobre copyright, downloads ilegais, propriedade intelectual e cia. alertando sobre o papel que o direito autoral pode desempenhar tanto para aprisionar  novas formas de expressão cultural, quanto para libertar a cultura permitindo uma revolução criativa mais profunda.Baixei cd’s incríveis citados no filme. heheh

 

Olhos Azuis: O documentário é sobre uma interessante experiência realizada por uma professora branca nos Estados Unidos. Ela reuniu um grupo de pessoas brancas e de olhos azuis para que vivenciassem, na própria pele, o preconceito racial. Em época de eleição americana e Obama no páreo, vale assistir esse documentário para entender melhor  a vida do negro americano.

 

 

A Corporação: Corporação é um documentário que analisa a fundo o poder das grandes empresas, das grandes corporações. O filme fala desde o nascimento desse tipo de negócio até o predomínio de suas atividades no mundo atual, refletindo desde a Revolução Industrial até as vitórias legislativas que permitiram que empresas e cientistas chegassem a patentear boa parte da vida natural.

 

 

Zeitgeist: Esse é de fazer ficar pensando depois de assistir. Entre outros assuntos fala sobre o atentado terrorista (?) de 11 de setembro e como tem muita história mal contada sobre esse acontecimento. Mas é acima de tudo um filme que sacode a nossa mente sobre o descaso com  a vida e o desrespeito ao ser humano e sobre como vivemos numa farsa muito bem arquitetada.

 

Muito além do Cidadão Kane: Vi esse filme na faculdade logo após assistir o clássico Cidadão Kane. O filme que Roberto Marinho tentou por tudo nesse mundo proibir a exibição, mas ele não contava com o You Tube!. Paulinho fez uma crítica bacana aqui.

Tocar y Luchar: Já falei sobre esse documentário aqui no blog. Mostra o projeto de ensino de música nomeado El Sistema que é realizado na Venezuela. O poder da música pra transformar. Escrevi aqui sobre ele

 

A maioria desse material  você encontra fácil pra baixar por torrent ou pra assistir no youtube.

 

Penso, logo assisto.

C.

 

Anúncios

2 Responses to “Documentários que você tem que ver”


  1. 1 knesset 10 setembro, 2008 às 4:13 pm

    Não vi todos esses, mas vou procurar assistir.

    No mais, vieram à minha mente duas obras interessantes pra sugerir:

    1) Sob a névoa da guerra: documentário sobre a vida de Robert McNamara, ex-secretário de defesa dos EUA. Faz uma análise sobre o comportamento e o pensamento do país em relação às guerras que criou e fomentou ao redor do mundo, entre 1961 e 1968.

    2) Sicko: acho Michael Moore um tanto quando enviesado e suas críticas são tão apaixonadas e parciais quanto os pontos que critica. Mas é interessante ver essa análise sobre o sistema de saúde americano, e a comparação com outros sistemas, inclusive o cubano.

  2. 2 mczbahiano 10 setembro, 2008 às 9:54 pm

    só tem dica boa ai!
    vale destacar “Nascidos em Bordéis” e
    “Zeitgeist”. eu assisti os dois e gostei
    demais.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




A observadora

Sou Cibele Tenório, jornalista (com diploma – para total escândalo de Gilmar Mendes), webaholic, mulher de fases. Seja bem vindo!

Eu lá no twitter

Arquivos

RSS Observatório do Cotidiano


%d blogueiros gostam disto: